INSPIRED
SUSTAINED
GROWTH

PT2020
    subbaner_img

    Notícias

    Notícias 11/05/2021

    ÚLTIMO AVISO - INOVAÇÃO PRODUTIVA

    PORTUGAL 2020

    PORTUGAL 2020 - Inovação Produtiva PME


    Está para muito breve a abertura de novos aviso ao sistema de incentivos do PORTUGAL 2020 o "SI INOVAÇÃO PRODUTIVA PME".


    Preparamos-lhe um breve resumo, onde pode ficar a par dos principais requisitos para a elegibilidade e elaboração da sua candidatura:


    Objetivos e Prioridades


    Reforçar a capacidade empresarial para o desenvolvimento e produção de bens e serviços transacionáveis e internacionalizáveis que contribuam para a sua progressão na cadeia de valor e sejam geradores de maior valor acrescentado.


    Beneficiários


    São beneficiários as empresas de qualquer natureza e de qualquer forma jurídica.

    Nota: excluem-se divisões CAE 64 a 66, 25402, 30400 e 84220 e divisão 92


    Taxas de Financiamento 


    Taxa Base –35% para Médias Empresas;


    45 % para Micro e Pequenas Empresas, para projetos com investimento <15M €, podendo ser acrescida das seguintes majorações (até ao máximo de 75%):


    "Prioridades Políticas Setoriais": 10 p.p. projetos na área da Indústria 4.0, da economia circular ou da transição energética;


    "Criação Emprego Qualificado": 5 p.p. projetos de criação de novas unidades geradoras da criação de postos de trabalho qualificado;


    “Capitalização PME”: 5 p.p. projetos que prescindam do empréstimo bancário, apresentando cobertura do investimento por capitais próprios superior a 25%;


    “Baixa Densidade”: 10 p.p. para projetos localizados em territórios de Baixa Densidade.







    Características Gerais de Participação


    Possuir certificação PME;

    Possuir Autonomia Financeira mínima de 15% ;

    Ter data de candidatura anterior à data de início dos trabalhos;

    Despesa mínima elegível de 75 mil Euros,
    Efetuar uma análise estratégica da empresa que identifique as áreas de competitividade críticas para o negócio em que se insere;

    Demonstrar que se encontram asseguradas as fontes de financiamento;

    Não ser uma empresa em dificuldade;

    Não possuir dividas à Segurança Social ou às Finanças, nem ter salários em atraso;

    Ter uma duração máxima de execução de 24 meses. 



    Despesas Elegíveis


    Os projetos do setor do Turismo e da Indústria podem incluir como despesas elegíveis: 


    Construção de edifícios, obras de remodelação e outras construções, com limite a definir no aviso;


    Aquisição de máquinas e equipamentos e os custos diretamente atribuíveis para os colocar na localização e condições necessárias para funcionamento ( Equipamentos produtivos, infraestrutura digital e eficiência energética);


    Aquisição de equipamentos informáticos, incluindo o software necessário ao seu funcionamento;


    Transferência de tecnologia através da aquisição de direitos de patentes; 


    Licenças, “saber-fazer” ou conhecimentos técnicos não protegidos por patente;


    Software standard ou desenvolvido especificamente para determinado fim;


    Outras despesas de investimento (até ao limite de 20% do total de despesas elegíveis no projeto): (i) Serviços de engenharia relacionados com a implementação do projeto; (ii) Estudos, diagnósticos, auditorias, projetos de arquitetura / engenharia;


    Despesas com TOC/ROC;

    se este é o seu investimento

    Deixe-nos o seu contacto: